2 Comentários

  1. Assis

    Boa tarde,

    Quando conheci a minha esposa, ela já tinha uma filha, em 2009. Porém desde então criei laços com a criança e a registrei como sendo minha filha. Continuo casado, hoje ela já tem 13 anos, na época não procurei informação para registrar a criança e não tinha conhecimento do crime. Não estou tentando realizar uma desconstituição da paternidade. O que eu quero é regularizar minha situação. O pai biológico não é presente. Nunca procurou a criança e também não registrou.

    Responder
    1. Direito Familiar

      Olá, tudo bem?
      Se você já realizou o registro e vocês vivem efetivamente como pai e filha, entendemos que não há muito mais o que se regularizar. Conforme mencionamos no texto, ” em relação à prática de uma conduta ilícita, isso vem sendo bem relativizado”, principalmente se daquele ato já se consolidou um vínculo de afeto.
      Sugerimos a seguinte leitura: https://direitofamiliar.com.br/pai-ou-mae-e-quem-cria-entenda-o-que-e-a-parentalidade-socioafetiva/.
      Atenciosamente,
      Equipe Direito Familiar.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *