1. Nossa que maravilha de matéria. Fique feliz em obter essas informações preciosas. Vou me inscrever nesse site e aguardar cada postagem com ansiedade. Grata!

    Responder
    1. Direito Familiar

      Que bom Mila! Ficamos felizes com isso!

      Continue nos acompanhando!!

      Atenciosamente,
      Equipe Direito Familiar.

      Responder

  2. Obrigado pelas dicas aqui do site, pois são de muita importancia, porque ajuda o publico nesse assunto. Sempre pesquiso boas matéria e aqui vi isso e organização com certeza.

    Responder
    1. Direito Familiar

      Agradecemos muito seu comentário! Isso nos motiva a continuarmos com o trabalho!

      Continue nos acompanhando =)

      Atenciosamente,
      Laura, Flávia e Arethusa.

      Responder
    1. Direito Familiar

      Que bom que gostou!

      Atenciosamente,
      Equipe Direito Familiar.

      Responder
  3. Maria

    Bom dia! tenho um filho de 2 anos e 6 meses. Possuo a guarda unilateral, o pai pega apenas aos domingos. Estou querendo fazer uma viagem com meu filho de 10 a 12 dias, logo eu necessitaria de 1 ou 2 domingos do pai. A minha relação com o pai do meu filho é ‘bipolar’ vamos dizer assim, tem dias que ele é uma ótima pessoa conseguimos conversar e entrar em acordo nesses tipos de caso quando preciso usar um domingo dele, mas tem dias que ele é super contraditório e não deixa! Neste caso dele não entrar em acordo, e não deixar eu usar esses 2 domingos dele o que eu devo fazer?

    Responder
    1. Direito Familiar

      Olá Maria, tudo bem?

      Em tese, como a viagem é nacional e você possui a guarda unilateral, não haveria necessidade de pedir judicialmente a autorização para viajar. No entanto, como os dias da viagem interferirão na convivência regulamentada com o pai, caso ele não concorde com a viagem, acreditamos que o melhor caminho será – depois do diálogo – conversar com os advogados que lhe atenderam no caso, ou com especialistas em Direito de Família ou com a Defensoria Pública, para analisar a viabilidade de pedir o suprimento do consentimento paterno judicialmente.

      Esperamos ter ajudado!

      Atenciosamente,
      Equipe Direito Familiar.

      Responder

  4. Olá .sou mãe com 17 anos e queria saber se posso viajar com meus filhos de 6 meses e outra de 2 anos .. obrigada

    Responder
    1. Direito Familiar

      Olá Ana,

      Respondemos via e-mail, ok?

      Atenciosamente,
      Equipe Direito Familiar.

      Responder
  5. Carina Moraes

    Bom dia Doutores, minha dúvida é a seguinte: E se o genitor que quer fazer a viagem já possui a guarda unilateral (por sentença/ acordo judicial), mesmo assim é necessária a autorização judicial, uma vez que o outro genitor se encontra em lugar incerto?

    Responder
    1. Direito Familiar

      Olá, Carina. Tudo bem?

      No caso de viagem internacional, será necessária a autorização judicial mesmo o genitor possuindo a guarda unilateral do filho por acordo e o outro estando em local desconhecido. Conforme explicamos no artigo, a autorização judicial serve para suprir a ausência de autorização por parte do outro genitor, que no caso que você nos apresentou, está em local desconhecido.

      Se a viagem for nacional, não será necessária a anuência do outro genitor e nem a autorização judicial, se o menor estiver viajando com o genitor guardião.

      Esperamos ter ajudado!!
      Continue nos acompanhando.

      Atenciosamente,
      Equipe Direito Familiar.

      Responder
    1. Direito Familiar

      Obrigada Matheus!
      Continue nos acompanhando!
      Equipe Direito Familiar

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *